Legado

Além de promover a cultura tradicional no Distrito Federal, o São Batuque também deixará seu legado material, como forma de cristalizar resultados bem como gerar produtos de fruição, de investigação e de memória para a comunidade. Trata-se ainda de uma poderosa ferramenta de divulgação e, portanto, de manutenção da identidade desse povo-artista —  condutores dos caminhos infindáveis das tradições brasileiras.
 

Filme TERRAS DIVERSAS — A Construção da Diversidade Cultural em Brasília

Terras Diversas é um filme documental, que será lançado na edição 2019 do Festival São Batuque e pretende rodar os festivais de cinema do Brasil. O filme traça a história dos territórios afetivos de matrizes africanas do DF, a partir do discurso de 10 personagens sobre temas relacionados à cultura negra, como: culinária, mitologia e orixás, tambores e dança. O objetivo é debater a diversidade da cultura popular dos terreiros na diáspora africana, focando nos saberes e nos fazeres desses espaços, dentro do Distrito Federal, já que ali encontramos a convergência da identidade cultural brasileira.

Livro CHÃO&PAZ — Autobiografia de Adna Santos, Mãe Baiana de Oyá

A obra teve a produção do São Batuque como frente, e foi lançado em março de 2018, como a primeira biografia de uma liderança negra no Distrito Federal. Trata-se de obra literária que registra a autobiografia de Mãe Baiana, figura pública local e Líder Espiritual do Candomblé brasiliense. No livro, Adna Santos narra sua história, permeada por fatos marcantes, ocorridos desde quando saiu da Bahia até os dias atuais em nossa cidade. Resistência, fé e ancestralidade são manifestadas nesta autobiografia, que deverá encher os nossos corações de coragem e esperança.

© Sao Batuque